ABOZ - Associação Brasileira de Ozonioterapia
ABOZ no Twitter ABOZ no Facebook

Notícias

Entrega de dossiê científico ao Ministério da Saúde e reunião com Presidente do CFM são ações importantes deste mês na ABOZ.

Entrega de dossiê científico ao Ministério da Saúde e reunião com Presidente do CFM são ações importantes deste mês na ABOZ.

Cumprindo com seus objetivos estatutários, a Associação Brasileira de Ozonioterapia (ABOZ) vem trabalhando pela regulamentação da Ozonioterapia no Brasil.  Duas importantes ações foram realizadas na semana passada. 

1. ABOZ entrega dossiê científico que estimula  a incorporação da ozonioterapia pelo SUS.

A Dra. Maria Emilia Gadelha Serra, Presidente da Associação Brasileira de Ozonioterapia (ABOZ) e Júnia Cordeiro, Diretora Executiva da ABOZ, entregaram no dia 16/08/2017  um documento protocolado com as melhores evidências científicas sobre os benefícios da Ozonioterapia em várias enfermidades, à Dra. Maria Inês Gadelha, Secretária Executiva da Secretaria de Assistência à Saúde e ao Sr. Paulo Freitas, do Departamento de Gestão e Incorporação de Tecnologias em Saúde, da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde. Essa ação marca o início do processo com vista à incorporação da Ozonioterapia pelo Sistema Único de Saúde (SUS). 


O documento - composto por seis artigos, uma revisão sistemática realizada pelo Centro Cochrane do Brasil e o Manual de Ozonioterapia na Prática do Ministério de Serviços de Saúde da Federação Russa, materiais relacionados à legislação e às normas sanitárias de alguns países, além de dois artigos alemães publicados no periódico Ozone Science & Engineering que é vinculado à Internacional Ozone Association - revela a eficácia dessa terapia comprovada cientificamente. 


Com base nesse documento, a Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias – CONITEC – órgão ligado ao Ministério da Saúde - avaliará sobre a viabilidade de disponibilizar a Ozonioterapia no Sistema Único de Saúde (SUS) e poderá abrir uma Consulta Pública sobre o tema. 

 

2. ABOZ reúne-se com Presidente do CFM e destaca urgência no reconhecimento da Ozonioterapia como procedimento médico para tratamento de dores crônicas.

 

Ainda em Brasília,  Dra. Maria Emilia Gadelha Serra  esteve em audiência com o Dr. Carlos Vital Tavares Corrêa Lima, Presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM) para dialogar e apresentar um dossiê sobre a realização da Ozonioterapia por leigos no Brasil, alertando sobre as consequências para a população desinformada. Além disso, foi reforçada a solicitação da regulamentação urgente da Ozonioterapia como procedimento médico legítimo.   

 

Solicitamos a ênfase do levantamento e análise de evidências científicas referente à Ozonioterapia na área de dor crônica, em especial, a relacionada à hérnia de disco e osteoartrite/artrose de joelhos, sem abrir mão dos pedidos encaminhados anteriormente, para que possamos agilizar o processo de reconhecimento do procedimento e assim posicionar, positivamente, a classe médica em relação à tão valiosa terapia”, afirma Dra. Maria Emilia Gadelha Serra.  

 

O CFM participará em conjunto com a ABOZ da formatação do projeto de pesquisa da aplicação da Ozonioterapia.  Além disso, a Associação disponibilizará a possibilidade das vindas dos  Drs. Lamberto Re, (Itália) e José Baeza Noci,(Espanha), médicos expoentes de reconhecimento mundial em Ozonioterapia, com objetivo de que se tornem colaboradores do CFM para análise do tema.

#OzonioterapiaParaTodos
#AbozOzonioterapia
#OzonioMoleculaDaVida
#OzonioterapiaJa

 

     

Representantes do Ministério da Saúde Dra. Maria Inês Gadelha  e Sr. Paulo Freitas recebem dossiê científico da ABOZ

Fonte: ABOZ

Ler Outras Notícias
Voltar ao topo