ABOZ - Associação Brasileira de Ozonioterapia
ABOZ no Facebook ABOZ no Instagram

Notícias

Posicionamento em relação à matéria exibida no Fantástico de 8 de julho.

Posicionamento em relação à matéria exibida no Fantástico de 8 de julho.

A todos os afiliados da ABOZ e adeptos a ozonioterapia,

Diante da matéria exibida pelo Fantástico e da repercussão negativa entre os leigos quanto à prática técnico/científico da ozonioterapia, é que solicitamos a todos os associados da ABOZ que incentivem seus pacientes a escreverem nos comentários da matéria publicada, os seus relatos e melhoras com o uso da ozonioterapia nas patologias tratadas.

Somos cientes que falta investimento em pesquisas científicas no Brasil nas mais diversas áreas da ciência, principalmente com foco em ozonioterapia. Por isso, a expansão dos relatos dos pacientes tratados com a técnica é de fundamental importância neste momento.

Diariamente, são publicados no mundo em média 6.000 artigos científicos, mas infelizmente dessa média mundial, apenas 100 são brasileiros. Como se não bastasse houve o corte de 44% no orçamento em 2017 de R$ 5,8 bilhões para R$ 3,2 bilhões, segundo artigo na prestigiosa revista científica Nature.

Mesmo assim, a equipe de pesquisa científica da ABOZ, encontrou alguns artigos que favorecem a técnica da ozonioterapia no Brasil com estudos muito atuais, ainda não disponíveis em plataformas públicas de pesquisa, mas que obedecem os critérios da medicina baseada em evidência. Por isso, tenhamos calma e bom senso para que tudo seja apresentado ao CFM.

No momento, reiteramos o pedido para que todos vocês incentivem seus pacientes a colaborarem com seus depoimentos no link abaixo.

Link: 
http://g1.globo.com/fantastico/noticia/2018/07/questionada-pela-ciencia-terapia-com-ozonio-ganha-espaco-em-consultorios.html 

Arnoldo Souza.

Ler Outras Notícias
Voltar ao topo